Acusado de matar adolescente no Sertão, é morto em confronto com a polícia

acusado de matar adolescente no sertao e morto em confronto com a policia

O procurado da justiça, Leonardo Pereira do Nascimento, popularmente conhecido como “ Leozinho ”, acusado de matar a facadas Fabrícia Ribeiro Nogueira, 16 anos, crime praticado na madrugada da segunda-feira (14), no centro da cidade de Manaíra, foi morto, durante um confronto com a Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (17).

De acordo com informações, ainda preliminares, Leozinho estava escondido no sítio Costantino, localizado na zona rural de Manaíra, quando houve o cerco da Polícia Militar. Ele reagiu à prisão e acabou morto pela polícia.

Caso Fabrícia

Uma adolescente de 16 anos, identificada até o momento pela reportagem por Fabrícia Nogueira, foi brutalmente assassinada a facadas, por volta da meia noite, desta segunda-feira (14), no centro da cidade de Manaíra. O principal suspeito é o companheiro da vítima, Leonardo Pereira do Nascimento, popularmente conhecido como “Leozinho”, que é procurado da justiça. Os dois mantinham um relacionamento amoroso.

De acordo com informações, ainda preliminares, a adolescente se encontrava na residência dos seus pais, quando o suspeito bateu na porta, dizendo que queria falar com ela. De forma extremamente violenta, o suspeito quebrou a porta do imóvel. Assustada, a adolescente saiu pela porta da cozinha e pulou o muro, ação percebida pelo suspeito, que saiu correndo atrás dela. Ao alcançar a vítima, o suspeito desferiu vários golpes de faca-peixeira contra ela, que morreu ainda no local.

Conforme informações da polícia, durante a tarde desta segunda, o suspeito e a vítima tiveram uma discussão e a adolescente teria sido espancada por ele. Devido a isso, a vítima prestou um Boletim de Ocorrência contra o suspeito.

Quando o homem soube da denúncia, ele foi até a casa da adolescente e a matou com golpes de faca. Em seguida, ele fugiu e até as 7h50 desta terça-feira (15) ele não havia sido preso.
A vítima mantinha um relacionamento escondido com o acusado, com quem já teve um filho falecido aos 2 anos de idade.

Fonte: Paraíba Notícias

Entre em nossos grupos:

34