A ossada foi encontrada na tarde de hoje 28 de fevereiro, no Sitio São Paulo de Alípio, a cerca de 4km da cidade de Caraúbas, no Oeste do Rio Grande do Norte. A ossada estava enrolada em um lençol, enterrada numa cova rasa construída dentro de um córrego, as margens de um pequeno riacho. As aguas das chuvas que desceram pelo pequeno córrego, descobriram o crânio, que foi localizada por um morador da região, que acionou a policia local.

A Policia Civil da cidade acionou a equipe de plantão no Instituto Técnico-Científico de Pericia “Itep”, em Mossoró, que identificou apenas uma perfuração na parte de trás do crânio, provavelmente provocada por um tiro.

Pelas características dos ossos do fêmur e parte da arcada dentaria, a equipe pericial acredita que a vitima era jovem, de pequena estatura e que tenha sido morta noutro local.

Segundo um agente da policia civil que acompanhou os procedimentos do Itep, não existe registro de pessoas desaparecidas na cidade de Caraúbas. Uma mãe da cidade de Janduis procurou a Delegacia, em Caraúbas para registrar o desaparecimento de seu filho, que teria acontecido no final do ano passado.

O perito criminal Marcos Saraiva e a necrotomista Ilcivone Uchoa, informaram ao Câmera, que pelo estado de total decomposição do corpo e apenas poucos ossos inteiros, existem poucas possibilidades de identificação da vitima.

ossada humana e encontrada numa cova na cidade de caraubas

Catolé em Foco
Fonte: O Câmera

Mais notícias em catoleemfoco.com
Nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do whatsapp: >>>Clique AQUI<<<