O suspeito de assassinar a adolescente Geane Melo Nogueira, de 12 anos, em Mossoró, prestou depoimento na tarde desta segunda-feira e negou o crime. Segundo a polícia, ele apontou os outros dois suspeitos como participantes do crime.

Apesar de Fábio David da Silva Aquino, conhecido como “Ceará”, de 18 anos, negar participação no crime, o delegado Rafael Arraes informou que a investigação tem provas suficientes que comprovam o seu envolvimento.

A Polícia Civil segue a procura dos outros suspeitos que são: Maria Luísa de Moura Diógenes, de 27 anos e Thailson Vinicius da Silva, de 18 anos.

O crime

Geane de Melo foi levada de casa pelos suspeitos armados logo após o assassinato de uma criança de 1 ano e meio, em uma praça do bairro Malvinas, em Mossoró. O crime aconteceu no dia 4 deste mês.

Segundo a polícia, o crime é tratado como represália pela morte do pequeno Anthony Calleb Bezerra da Silva, já que a adolescente é irmã dos assassinos presos suspeitos de terem participado da morte do menino. A criança estava com os pais, em uma motocicleta, quando a família foi atacada a tiros. Na ocasião a mãe do menino e o pai, que segundo os suspeitos era o verdadeiro alvo dos tiros, também foram baleados.

O corpo de Geane foi encontrado em uma região de mata no bairro Malvinas, próximo a uma estrada de terra que dá acesso à zona rural de Mossoró.

Fonte: Mossoró Hoje
Foto: Reprodução

Mais notícias em catoleemfoco.com
Nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do whatsapp: CLIQUE AQUI PARA ENTRAR,