A emissora Rede Globo de Televisão vem sendo alvo de um processo movido pela Receita Federal. A ação chegou ao ponto de causar muito prejuízo à empresa que lidera a audiência televisiva do país há tantos anos.

O processo vem correndo há alguns anos e a dívida já chegou ao valor R$ 358 milhões, conforme mostrou o ‘jusbrasil’ em uma reportagem de quatro anos atrás. Agora, após muito tempo, surgiu na mídia novamente esta ação, só que com um valor menor e, ao que tudo indica, o caso está nas últimas instâncias para a emissora.

A família Marinho, dona do Grupo Globo, é bilionária e uma das famílias mais ricas de todo o mundo. Mas a possibilidade é que parte desta fortuna seja dedicada ao pagamento de uma multa milionária injetada pelo CARF (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais).

O CARF apurou que a Rede Globo não fez o recolhimento das taxas entre os meses de abril e dezembro de 2010. Conforme a Receita Federal informou, a emissora está dando prioridade em contratar pessoas com CNPJ, ou seja, que sejam jurídicas.

Nas redes sociais, internautas já criticam a emissora por conta da multa. A acusação da maioria dos ‘anti-Globos’ é que a emissora estaria tentando burlar a legislação trabalhista, contratando empresas no lugar de pessoas e evitando taxas.


A acusação é conhecida como ‘pejotização’ e a multa aplicada foi de R$ 270 milhões. Contudo, ainda cabem recurusos na Câmara Superior do CARF, sendo a última instância do órgão. Caso a emissora não consiga recorrer, pagar será a opção.

Catolé em Foco com 1News

Mais notícias em catoleemfoco.com
Nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do whatsapp: CLIQUE AQUI PARA ENTRAR,