Anúncio Patrocinado

Polícias apreendem mais de 2 toneladas de drogas na PB

policias apreendem mais de 2 toneladas de drogas na pb
Anúncio Patrocinado

Mais de duas toneladas de drogas foram apreendidas nos seis primeiros meses de 2019 na Paraíba. É o que revela um levantamento feito junto à Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PMPB) e Polícia Civil (PC-PB).

A Polícia Federal apreendeu a maior quantidade da droga, sendo que 1.635 quilos foram retirados das mãos dos traficantes em uma única operação ocorrida no mês de junho. Ao todo foram 1.868,85 quilos apreendidos pela instituição nos sete primeiros meses, segundo dados fornecidos pelo Departamento de Polícia Federal (DPF).

Essa quantia se divide em: 71,35 quilos de cocaína, 1.796,50 quilos da soma de maconha, raxixe e Skunk, e um quilo do comprimido ecstasy.

Já a Polícia Militar garante que nos seis primeiros meses apreendeu 423,349 quilos de drogas e outras 29.572 embalagens contendo substancias como cocaína, crack e maconha.

De acordo com a corporação, a droga apreendida é entregue a Polícia Civil e Polícia Federal. Por isso, parte soma nas estatísticas da Segurança do Estado e a outra quantidade vai para as estatísticas federais.

Segundo os dados fornecidos pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social da Paraíba, as apreensões contabilizadas pelo órgão ocorrem em um número menor que os da PM. A SEDS afirma que já foi retirado das ruas um total de 288,3 quilos de drogas.

Além da segurança nas rodovias, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também tem intensificado ações para combater o tráfico de entorpecentes.

A PRF informa que apreendeu 86,729 quilos de substâncias proibidas em seis meses. Desse total, foram 16,219 quilos de cocaína e 70,510 quilos de maconha. Segundo a assessoria da PRF, houve um aumento nas apreensões referentes ao mesmo período de 2018, quando foram apreendidos 22,5 quilos de drogas em seis meses.

Fonte: Mais PB

Entre em nossos grupos:

34Siga nossa página, seguir a paginaVeja mais notícias clicando AQUI