Um homem preso na cadeia pública de Soledade, no Cariri Paraibano, foi socorrido e levado para o Hospital de Trauma de Campina Grande, no fim da manhã desta terça-feira (16). De acordo com a Polícia Civil, o preso foi torturado por outros presos da cadeia.

Alison Bruno, 21 anos, está preso desde o dia 3 de abril por força de um mandado de prisão. Ele foi apontado como autor do crime que vitimou Ana Katarina, 17 anos, morta em junho de 2018.

Alisson foi agredido por outros presos dentro da própria cadeia. O Grupo Penitenciário de Operações Especiais (GPOE) precisou ser acionado para entrar na cadeia e retirar Alisson.

Ainda segundo a Polícia Civil, as agressões foram tantas que Alisson não conseguia mover o corpo nem falar.

Ele foi levado por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo o Hospital de Trauma de Campina Grande, o estado de saúde do preso é regular e estável.

Quatro detentos da cadeia foram levados para delegacia de Polícia Civil de Soledade, como suspeitos das agressões contra os presos. Eles foram indiciados, ouvidos e voltaram para cadeia pública.

Catolé em Foco com PBhoje

Mais notícias em catoleemfoco.com
Nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do whatsapp: Clique aqui