H1N1: Professor que morreu no Hospital Regional de Cajazeiras foi confirmado com a gripe, sobrinho é suspeito

jovem e internada em hospital do sertao com suspeita de gripe h1n1

Foi confirmado na semana passada que a causa morte do professor Herbson Montine Abreu Moreira, 41 anos de idade foi a contaminação pelo H1N1. Ele faleceu em 14 de maio, mas o resultado do exame saiu após 30 dias. O professor era morador do Sítio Baixio do Gila, município de São do Rio do Peixe e faleceu no Hospital Regional de Cajazeiras.

A informação foi confirmada pela secretária de saúde do município, Michele Noleto, revelando haver três casos suspeitos, porém, apenas um confirmado.

Michele explicou que o paciente residente no Sítio Pé de Serra era suspeito de contrair o vírus H1N1, mas foi descartado após exame, restando agora o caso de uma criança, que é sobrinha do professor que acabou falecendo.

Ela aproveitou para tranquilizar a população afirmando que São do Rio do Peixe não está em surto do H1N1, pois são casos isolados e anunciou campanha educativa a ser iniciada nesta segunda-feira (17).

Herbson era professor do Estado da Paraíba e da prefeitura de São João do Rio do Peixe.

Catolé em Foco com Diário do Sertão

Entre em nossos grupos:

34Curta nossa página, CLIQUE AQUI
Veja mais notícias clicando AQUI