Internautas foram ao delírio na tarde desta quinta-feira (7), depois que começou a circular um vídeo do ex-presidenciável Ciro Gomes entrando em atrito com militantes da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Salvador, durante evento da entidade.

Ciro foi vaiado enquanto discursava e soltou a frase de seu irmão, o senador Cid Gomes, em evento realizado em Fortaleza, em outubro de 2018, para se referir ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“O Lula tá preso, babaca”, disparou Ciro, enquanto era vaiado.
Diante da fala do ex-presidenciável, militantes começaram a gritar: “Lula, Livre”, bordão que ficou famoso como defesa ao homem que governou o Brasil entre 2003 e 2010.

Nesta quarta-feira (6), Lula foi condenado a mais 12 anos e 11 meses, dessa vez pelos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do sítio de Atibaia, pela juíza Gabriela Hardt. A condenação total chega a 25 anos, mas a defesa do ex-presidente vai recorrer dessa segunda condenação que aconteceu em primeira instância, no âmbito da Operação Lava Jato.


Parte da esquerda, especialmente a que é ligada ao PT, não gostou da atitude de Ciro após o primeiro turno. Ele não declarou apoio a Fernando Haddad e viajou para Paris com a esposa.

Para alguns, o não apoio de Ciro Gomes foi um dos pontos que favoreceram Jair Bolsonaro contra Haddad. Bolsonaro acabou eleito presidente com pouco mais de 10 milhões de votos que o petista.

A provocação de Ciro Gomes mostra, mais uma vez, que a esquerda está rachada em volta do PT. Na última semana, Manuela D’ávila, que foi vice na chapa petista, criticou a postura de Haddad e do PT de modo geral.

Catolé em Foco
Fonte: 1News

Mais notícias em catoleemfoco.com
Nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do whatsapp (Clique no número): Grupo 01, Grupo 02, Grupo 03 ou Grupo 04.

 
Site Catolé em Foco
Grupo Fechado · 7.321 membros
Clique Aqui Participar do Grupo
catoleemfoco.com