Eleito vereador de Catolé do Rocha em 2016, quando cumpria pena no presídio da cidade, Ubiraci Rocha foi solto após decisão do Tribunal do Júri de Campina Grande. O julgamento, realizado na tarde desta quarta-feira (20), absolveu o réu – que renunciou ao mandato à época – da acusação de ser o mandante do homicídio que vitimou Daniel dos Santos Paiva, fato ocorrido em janeiro do mesmo ano em que ele disputou a eleição. Após a decisão, Bira Rocha, como é mais conhecido, foi solto.

Diante da decisão, foi julgada improcedente a acusação por falta de provas e realizado o pedido do arquivamento dos autos, assim como a determinação da expedição do alvará de soltura.

Bira Rocha estava preso desde maio de 2016, no Presídio Padrão Manoel Gomes, em Catolé do Rocha, e, apesar da prisão, concorreu ao cargo de vereador no último pleito municipal pelo Partido Popular Socialista (PPS), sendo eleito com 948 votos dos 17.478 votos válidos do município. Ele foi o sexto candidato mais votado nas eleições de Catolé do Rocha. No dia da votação, Bira precisou de autorização judicial e escolta para ir votar.

Ele renunciou ao cargo após ser impedido pela Justiça de tomar posse. Com a renúncia de Ubiraci Rocha, foi empossado no cargo o suplente Valdeci Dantas da Cunha (PTB).

Catolé em Foco
Fonte: G1PB

Mais notícias em catoleemfoco.com
Nossas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter
Entre em nosso grupo do whatsapp: >>>Clique AQUI<<<