Avião do acidente trágico com Gabriel Diniz não podia fazer táxi aéreo, confirma a Anac

csm Aviao Gabriel Diniz 56a9f6afbc

O avião monomotor modelo PA-28-180 que transportava o cantor Gabriel Diniz, do hit ‘Jenifer’, foi fabricado pela estadunidense Piper Aircraf. A aeronave caiu, no início da tarde desta segunda-feira (27), e deixou três mortos, de acordo com o Corpo de Bombeiros. As vítimas ainda não foram identificadas.

O avião só estava autorizado a fazer voos de instrução — sendo proibido fazer táxi aéreo. Um vídeo que teria sido feito pouco antes do avião decolar indica que a aeronave havia sido emprestada ao cantor.

Conforme informações da Anac (Agência Nacional de Avião Civil), responsável por normatizar e supervisionar a aviação civil no Brasil, a aeronave de prefixo PT-KLO pertencia ao Aeroclube de Alagoas. A reportagem não conseguiu contato com a empresa.

Os dados da Anac ainda apontam que a aeronave estava com o Certificado de Aeronavegabilidade regularizado até fevereiro de 2023 e o IAM (Inspeção Anual de Manutenção) até março de 2020.

O avião tinha capacidade para três pessoas e decolava com o peso máximo de 1.086 kg. Conforme a Anac, a situação no RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro) estava como “penhora”.

As informações cadastrais da empresa dona da aeronave informavam que tinha como atividades econômica a “organizações associativas ligadas à cultura e à arte”.

Fonte: R7

Entre em nossos grupos:

34Curta nossa página, Clique aqui
Veja mais notícias clicando AQUI